Professor Ezequias.

| Problemas resolvidos
(ENEM) O manual de funcionamento de um captador de guitarra elétrica apresenta o seguinte texto: Esse captador comum consiste de uma bobina, fios condutores enrolados em torno de um ímã permanente. O campo magnético do ímã induz o ordenamento dos pólos magnéticos na corda da guitarra, que está próxima a ele. Assim, quando a corda é tocada, as oscilações produzem variações, com o mesmo padrão, no fluxo magnético que atravessa a bobina. Isso induz uma corrente elétrica na bobina, que é transmitida até o amplificador, e daí, para o alto-falante.
Um guitarrista trocou as cordas originais de sua guitarra, que eram feitas de aço, por outras feitas de náilon. Com o uso dessas cordas, o amplificador ligado ao instrumento não emitia mais som, porque a corda de náilon
(A) isola a passagem de corrente elétrica da bobina para o alto-falante
(B) varia seu comprimento mais intensamente do que ocorre com o aço.
(C) apresenta uma magnetização desprezível sob a ação do ímã permanente.
(D) induz correntes elétricas na bobina mais intensas que a capacidade do captador.
(E) oscila com uma frequência menor do que a que pode ser percebida pelo captador.

Solução: Resposta (C). O campo magnético do ímã induz o ordenamento dos polos magnéticos na corda da guitarra, feita de aço. Ao trocar as cordas, por outras de náilon, o guitarrista dificultou esse ordenamento dos polos, pois o náilon apresenta magnetização desprezível. Sem a indução eletromagnética (Lei de Faraday), o amplificador ligado ao instrumento não emite som por não receber sinal elétrico em sua entrada.
Tweet
Compartilhar

| Distância entre os trastes
| Escalas musicais
| Harmonia
| Escalas de Baixo
| Escalas de guitarra

| Privacidade
| Google +
| Vídeos