Professor Ezequias.

| Problemas Resolvidos
| Privacidade

"A Matemática é um jogo e um jogo é Matemática". (Martin Gardner) . A "Torre de Hanoi" (torre do bramanismo ou quebra-cabeças do fim do mundo) é um jogo, muito popular na Ásia, inspirado em uma lenda hindú (outros afirmam que vem do Vietnam). A lenda diz que em um templo (a "Torre de Hanoi") havia 3 estacas e 64 discos de ouro, de diâmetros diferentes. Esses discos estavam enfiados na primeira estaca, em ordem crescente de diâmetros, de cima para baixo. Ocupavam-se sacerdotes (para melhorar a disciplina mental) em transferi-los para a terceira estaca, usando a segunda como estaca auxiliar. No processo de transferência, jamais um disco poderia ser colocado sobre outro disco menor. Quando todos estivessem na terceira estaca, o templo seria transformado em pó e o mundo acabaria.
Na figura a seguir temos um jogo de "Torre de Hanoi" (uma base com 3 estacas) com poucos discos. Vence o jogo aquele que coloca os discos na terceira estaca com o menor número possível de transferências sem desobedecer as regras.

Torre de Lucas.

Neste jogo, existe uma lei matemática, descoberta pelo matemático francês Edouard Lucas (1842-1891), que relaciona o número de discos com o menor número possível de transferências de discos, de uma estaca para outra, feitas para colocá-las na terceira estaca. Assim sendo, responda:

a) Se x é o número de discos e y é o número de transferências (número mínimo de movimentos), qual a expressão da função que relaciona x e y?

b) Se num jogo temos 10 discos, quantas transferências de discos, de uma estaca para outra, devem ser feitas para colocá-los na terceira estaca?

c) Num jogo completo com 64 discos, quantas transferências de discos, de uma estaca para outra, devem ser feitas para colocá-los na terceira estaca?


Solução: a) Este jogo exige um raciocínio recursivo muito utilizado na ciência da computação, na inteligência artificial etc.
Com 1 disco o número de transferência de disco é 1.
Com 2 disco, temos 1 transferência para deslocar o disco menor para a estaca 2, mais 1 transferência para deslocar o disco maior para a estaca 3 e novamente 1 transferência para deslocar o disco menor para estaca 3 (total de 1+1+1 = 3 movimentos).
Com 3 discos, temos 3 transferência para deslocar os 2 primeiros discos para a estaca 2, mais 1 transferência para deslocar o disco maior para a estaca 3 e novamente 3 transferência para deslocar os 2 discos para a estaca 3 (total de 3+1+3= 7 movimentos).
Com 4 discos, temos 7 transferência para deslocar os 3 primeiros discos para a estaca 2, mais 1 transferência para deslocar o disco maior para a estaca 3 e novamente 7 transferência para deslocar os 3 discos para a estaca 3 (total de 7+1+7 = 15 movimentos). De modo análogo, com 5 discos teremos 15+1+15 = 31 transferências, e assim por diante.

Observando que o número de jogadas + 1 é uma potência de base 2, segue que:
Com 1 disco temos: 1 = 21 - 1 transferências;
Com 2 discos temos: 3 = 22 - 1 transferências;
Com 3 discos temos: 7 = 23 - 1 transferências;
Com 4 discos temos: 15 = 24 - 1 transferências;
Com 5 discos temos: 31 = 25 - 1 transferências;
E assim sucessivamente. Logo, generalizando para x discos, teremos y = 2x - 1 transferências.

b) Na função exponencial y = 2x - 1 , se o número de disco é x = 10, então o número de movimentos é y = 210 - 1 = 1024 - 1 = 1023 movimentos.

c) Se o número de disco é x = 64 (como acontece na lenda), então o número de movimentos é y = 264 - 1 = 18446744073709551616 - 1 = 18.446.744.073.709.551.615 movimentos.

Observe que, num jogo com 64 discos, se cada movimento fosse feito em 1 segundo, o jogador levaria aproximadamente 5,9 bilhões de séculos para terminar o jogo. (verifique!).



O tabuleiro do jogo de Xadrez é um quadriculado que tem 64 casas. Diz a lenda, contada no livro "O Homem que Calculava", do  matemático brasileiro Malba Tahan, que o inventor desse jogo pediu ao Rei, como recompensa, um grão de trigo pela primeira casa, dois grãos pela segunda, quatro pela terceira e assim por diante, sempre dobrando a quantidade a cada nova casa. O Rei, que não era bom em Matemática, aceitou o pedido prontamente. Qual foi a quantidade de grãos pedida pelo inventor do Xadrez?
Solução: A quantidade de grãos é o resultado da soma S = 1 + 2 + 4 + 8 + 16 + ... , com 64 parcelas.

Trata-se da soma dos 64 termos de uma Progressão Geométrica de razão q = 2 e primeiro termo a1 = 1.

Como a soma dos n termos de uma PG é S = a1(qn - 1) / (q - 1) , segue que a soma procurada é:

S = 1(264 - 1) / (2 - 1) = 264 - 1 = 18446744073709551616 - 1 = 18.446.744.073.709.551.615 grãos.

NOTA: O número 18.446.744.073.709.551.615 (dezoito quintilhões, quatrocentos e quarenta e seis quatrilhões, setecentos e quarenta e quatro trilhões, setenta e três bilhões, setecentos e nove milhões, quinhentos e cinquenta e um mil e, seiscentos e quinze) de grãos de trigo seria muito maior que toda a safra do reino durante centenas de anos. Assim, o Rei teria que dar todo o seu reino para o inventor do Xadrez.



(OBM) O dominó mais conhecido tem como maior peça o duplo 6. Neste dominó são empregadas 28 peças diferentes. Quantas peças tem o dominó cuja maior peça é o duplo 8?
(A) 34
(B) 36
(C) 42
(D) 55
(E) 45

Solução: Neste dominó cada peça tem um par de números que podem ser distintos, ou podem ser iguais (duplas). A ordem com que os números aparecem em cada peça não faz diferença. Pela análise combinatória, a quantidade de peças com números diferentes é o número de combinações de 9 elementos escolhidos 2 a 2, ou seja, é:

C9,2 = 9 × 8 / 2! = 9 × 8 / 2 = 72 / 2 = 36 peças.

As peças com números iguais (duplas) são: (0 , 0) ; (1 , 1) ; (2 , 2) ; ... ; (7 , 7) ; (8 , 8). Portanto, existem 9 peças com duplas.

Assim, o número total de peças neste dominó é 36 + 9 = 45 peças. Logo, (E) é a opção correta.


(PUC) Um torneio de xadrez no qual cada jogador joga com todos os outros tem 351 partidas. O número de jogadores disputando é...
Solução: Seja x o número de jogadores. O número de partidas (jogos) é o número de combinações de 2 elementos escolhidos entre x jogadores, ou seja, Cx,2 = 351.
Então, x(x-1) /2!= 351.  Segue que: x2 - x = 702.
Portanto, temos a equação do segundo grau: x2 - x - 702 = 0 , que pode ser resolvida com a "fórmula de Bhaskara".
Calculando o discriminante, encontramos: DELTA = (1)2 - (4)×(1)×(702) =  1 - 2808 = 2809.

Sendo 3×3=9 e 7×7=49, segue que a raiz quadrada de 2809 termina em 3, ou, em 7. Temos também que 50×50 = 2500 e 60×60 = 3600, portanto, a raiz quadrada de 2809 é 53, ou, é 57.
Como 53×53 = 2809 e 57×57 = 3249, então, a raiz quadrada de 2809 é 53.

Assim, x = (1+53) / 2  = 27 ou x = (1-53) / 2 = -26 (não convém). Logo, o número de jogadores é 27.





| Vídeos